O especial de Natal do grupo humorístico Porta dos Fundos teve a sua exibição pela Netflix liberada nesta quinta-feira pelo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli.

A decisão derrubou liminar concedida anteontem pelo desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro Benedicto Abicair, que suspendeu a exibição do programa para “acalmar os ânimos”.

O vídeo, chamado “A Primeira Tentação de Cristo”, retrata Jesus como um homossexual, gerou polêmica e virou pretexto para um atentado contra a sede do Porta dos Fundos, no Rio.

No recurso atendido por Toffoli, a Netflix afirmou que a suspensão “constitui patente censura prévia emanada do Poder Judiciário a veículo de comunicação social que dissemina conteúdo artístico”.

O Porta dos Fundos disse ser contra “qualquer ato de censura, violência, ilegalidade, autoritarismo” e que faz humor para “entreter e estimular reflexões”.

FONTE: METROJORNAL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.